Mar 27

ESTE É O BRASIL (27/03/2015) COMENTÁRIO NO SBT MEIO DIA


COMPARTILHE NO SEU PERFIL
facebooktwitter
SIGA O PRATES NAS REDES SOCIAIS
facebooktwitteryoutubeinstagram

Mar 27

SE NINGUÉM DISSER…

Ah, Prates, tu te preocupas com bobagens, ocupas um espaço caro do jornal para tratar de futilidades! – Depende do ponto de vista, leitora. Depende da percepção dos olhos de quem lê para depois emitir um tal juízo de valor. Você já não ouviu falar do “Mundo dos Diferentes Percebedores”? É desse “mundo” que gosto de tratar. Acabei, por exemplo, de ler uma entrevista de uma especialista em etiqueta e gostei muito do que ela disse. Para muitos, uma tolice; para outros, uma funda verdade da psicologia humana.

Sabes o que a estilista disse? Muito simples: – “O homem elegante tem a elegância visual e a elegância de atitudes”. Será que alguém, uma mulher, por exemplo, ousa contestar? Claro que sim, as que namoram ou casaram com um grosso vão protestar. Até porque, coisa mais rara é encontrar um homem polido, de boa educação, seguro, atitudes firmes e bem postas, vestido como homem, um Homem, enfim… Onde você vai encontrar tal tipo? Na balada? Como escrevem os jovens nas mensagens virtuais, kakakaka…

A mesma mulher, a estilista que fez a frase, foi um pouco mais longe: – “Estar desleixado na companhia de uma mulher bem vestida, por exemplo, é sinal de falta de respeito, de gentileza, de atenção”! Bah, é só o que você vê por aí. Se duvidar, dê uma passadinha no shopping e revire os olhos. Vai vê-las arrumadinhas e eles de qualquer jeito, chinelos, tênis, bermudões, camisetas daquele tipo, desmazelados, enfim, nem os vou descrever mais, seria muito “ofensivo”…

Mas que fique claro que é também muito difícil achar uma mulher que combine roupas adequadas com bons modos, educação, muito raro. E quem não sabe que o relacionamento fica muito difícil quando só um dos lados se cuida e, pior ainda, quando os dois são “atirados”… Convivo com jovens mulheres que ao tossir “contaminam” quem está por perto, jogam vírus e perdigotos para todos os lados, não sabem o que é lenço e muito menos protegem a boca ao tossir ou espirrar. Um horror. E você vendo-as de longe, parecem bonitas, educadas. Um horror. Bom, não vamos longe, as moças da limpeza, com quem converso muito e frequentemente, cansaram de me dizer que os banheiros delas são piores que o dos homens. Então, eu imagino… E nesse caso, eles e elas, desse jeito, se merecem.

BRINCADEIRA
Brincadeira uma ova! Já disse que as novelas não inventam, apenas reproduzem o povo, os costumes. Na Malhação, novelinha das 18h da Globo, a personagem Dandara está grávida. Ela diz isso ao marido, Gael, ele pula de alegria. Ao meio da festa, a grávida diz que vai ser mais uma guriazinha na vida deles… Gael a interrompe e manda que ela tenha “pensamentos positivos”, para que venha um guri. Guri, para os homens de barro, é pensamento positivo, é a regra escandalosa. E elas dão-lhes força. Credo, que nojo!

ELES
O Ministério Público do Rio de Janeiro lançou cartilha que ensina mulheres a agir em caso de violência masculina, orienta-as a fazer um melhor uso da Lei Maria da Penha. O curioso é que a cartilha é voltada para “educar” os jovens homens. É assustador e crescente o número de vagabundos jovens que surram namoradas e esposas. Na minha delegacia eu tenho uma “cartilha” especial para eles, eles vão aprender com quantos “paus” se faz uma canoa. Covardes.

FALTA DIZER
Franceses querem acabar com a “exigência” de que modelos de passarela tenham que ser magras como cabo de vassoura. Também acho. E se os franceses quiserem bons exemplos é só olhar as bailarinas do Faustão. Mamãe…!


COMPARTILHE NO SEU PERFIL
facebooktwitter
SIGA O PRATES NAS REDES SOCIAIS
facebooktwitteryoutubeinstagram

Mar 26

HUMOR INTELIGENTE (26/03/2015) COMENTÁRIO NO SBT MEIO DIA


COMPARTILHE NO SEU PERFIL
facebooktwitter
SIGA O PRATES NAS REDES SOCIAIS
facebooktwitteryoutubeinstagram

Mar 26

BAITA BOBAGEM

Volta e meia surge alguém com uma sonora e formidável bobagem. A mais recente diz que as crianças que são amamentadas no peito por um mínimo de seis meses crescerão mais inteligentes, terão notas mais altas na escola e mais tarde ganharão salário em média de 350,00 reais acima dos não amamentados por tanto tempo, os tais seis meses.

Bolas, que o leite materno é o alimento natural dos bichos humanos não se discute, isso vale para todo o reino animal, e é bom lembrar que somos bichos… Bichos gostam do leite e do cheiro de suas mães. Ponto.

Agora, daí a dizer que o leite materno vai produzir inteligência, notas altas na escola e mais dinheiro na vida adulta é refinada estupidez. – Ah, Prates, mas tu não podes contestar a pesquisa feita lá na “Universidade” tal… Sei bem onde fica a tal Universidade, sei bem. Mas e daí? Provem-me da cientificidade, mostrem-me provas concludentes dessa pesquisa.

A mesma afirmação fazem os produtores de vinho, dizem que o vinho é o guardião da saúde do coração, que duas taças de vinho ao dia é melhor que fazer musculação ou subir escadas para o condicionamento físico de qualidade… Dizem de tudo. Provem. Álcool nunca faz bem à saúde, ora bolas!

E dizer o quê das mães que não puderam amamentar, dizer o quê para as crianças abandonadas, órfãs, que não mamaram no peito da mãe? Dizer a elas que vão ser burras, que vão tirar zero na escola e ganhar uma miséria quando crescerem? Refinada estupidez.

A inteligência humana depende de genes, que vêm antes da amamentação, depende dos estímulos do ambiente de crescimento da criança, depende dos faniquitos ou não da mãe enquanto grávida e depende ainda da vontade de aprender, ser e crescer. Nada disso está fora do alcance de qualquer pessoa, tenha sido amamentada no peito da mãe ou numa cabra… Ou nem jamais bebido leite. Que vão dizer bobagens atrás do muro da igreja. E cuidado com os maconheiros que costumam se esconder por lá…

VONTADE
Já ouviste a conversa ai de cima? Então fica mais fácil de entender que a vontade humana supera tudo, sem discussões, basta o querer. Tirar boas notas no colégio, ganhar bem no mercado de trabalho, ser inteligente, enfim, depende da pessoa, de mais nada. De outro modo, a Natureza nos teria sido uma fada má, dando privilégios a uns e não a outros. O que precisa entrar na cabeça das pessoas é que não há nada de mágico ou de especial vindo de alguém, mesmo da mãe, que nos faça um sucesso na vida. O que faz isso é a água benta da testa, o suor, e as vontades indômitas dos que se dispõem a lutar e vencer…

VERDADE
Manchete do site UOL: – “Há mais divórcios quando mulher, e não marido, fica gravemente doente”, diz uma publicação do Jornal da Saúde e do Comportamento de Londres. E quem não sabe disso? O mesmo acontece nas cadeias. Quando eles estão presos, elas fazem panelaço do lado de fora e os vão visitar “intimamente” e levando lanchinhos. Quando são elas as presas, morrem à míngua, os vagabundos somem. Elas que acordem, liguem o radar e sejam mais espertas. Que deixem de ser tão tontas como costumam ser, por maioria.

FALTA DIZER
Dono de loja em Minas Gerais pôs anúncio nos jornais recrutando vendedoras para sua loja mas… Que não usem durante o trabalho os estúpidos “WhatsApp” Pode isso? Pode. Os “limitados” ficam o dia inteiro ligados e nem aí para o trabalho. Boa, chefão! É assim que se faz.


COMPARTILHE NO SEU PERFIL
facebooktwitter
SIGA O PRATES NAS REDES SOCIAIS
facebooktwitteryoutubeinstagram

Mar 25

RECADO PARA ELAS (25/03/2015) COMENTÁRIO NO SBT MEIO DIA


COMPARTILHE NO SEU PERFIL
facebooktwitter
SIGA O PRATES NAS REDES SOCIAIS
facebooktwitteryoutubeinstagram

Mar 25

ÀS 3 DA MANHÃ

Há quem diga que só não há saída para a morte. É um pensamento “final” – extremo – que parece não ter sido ainda contestado. Mas quem sabe, um dia…

Se essa frase é incontestável, por ora, quer dizer então que para tudo o mais há saída, é isso? Até prova em contrário, sim. Mas não é isso o que se vê pelas esquinas, o que mais se vê é gente cabisbaixa, desistindo com facilidade disto ou daquilo sem um mínimo de suor pingado no chão dos esforços. Gente pífia, frouxa, “brasileira”, mais das vezes.

Estas divagações, leitora, leitor, ocorrem-me ao ler uma frase do jogador Robben, holandês, que atua pelo Bayern de Munique. Robben, falando do seu treinador na equipe, o espanhol Guardiola, disse que – “Guardiola é um doente do futebol e pode te ligar às 3 da manhã para falar de tática”…

Notaste a palavra “doente”? Doente neste caso é sinônimo de exagero, mas é também ficar ligado. Qualquer sujeito que trabalhe duro, qualquer jovem que estude feito louco de “loucos” serão chamados. É louco, é doente quem dá duro, quem acredita na água benta do suor, quem se desafia todos os dias a fazer mais e melhor, louco, doente… É assim que a sociedadezinha dos medíocres, dos perdedores, dos “brasileiros” de maioria pensa e pensam dos obstinados da proficiência.

O que o treinador Guardiola faz é “saúde”, é vida, é entusiasmo, é sagrar-se e consagrar-se entre os vencedores do mundo. A maioria que anda por aí quer deitar e “dormir”, quer fim de semana livre, quer feriadão, quer, enfim, o que odiosamente chamam de qualidade de vida. E esses, você sabe, são os perdedores da vida.

Imaginemos uma empresa, uma prefeitura, um governo de qualquer tipo, todos, todos mesmo envolvidos com essa “doença” do trabalhar sério, até tarde e buscando sempre melhores resultados, imaginemos. Sim, eu sei, é ficção, mas todos os sonhos realizados na vida um dia foram apenas “sonhos”, para a maioria ficções…
– Guardidola, te quero no Internacional, com essa tua doença de pensar sistemas táticos às 3 da manhã…

MANCHETE
Esta manchete está em meus arquivos, tem vários anos: – “Professora catarinense acusada de bater em aluno”. Ela não bateu, ela pegou o pivete pelo braço e o sacudiu. O que ele fez? Ele e mais quatro ou cinco ordinários decidiram se divertir enquanto as colegas, as meninas da turma, tinham aula de dança, eles achavam graça de pisar nos pés delas… A professora sacudiu os delinquentes e acabou levada à delegacia. E hoje, por onde andarão os vadios, será que batendo nas namoradas? Eu os queria naquele tempo e hoje na minha “delegacia”. Eles teriam aulas de “dança”… Dança com “bastão”…

ELAS
Você sabe por que não há “Viagras” para mulheres? Porque mulher não é bicho, não faz sexo só por acenderem um “pavio” meramente sanguíneo… As mulheres para o sexo envolvem a sua biologia hormonal e fundamentalmente suas emoções, sentimentos. E isso não tem remédio que possa dar a alguém. Quando é só biologia é fácil. Mulheres amadas e amando vão às estrelas… Sem a totalidade dos sentimentos, elas não saem do chão. Fazem “teatro”…

FALTA DIZER
Há quem pregue no Brasil que copiemos o exemplo dos japoneses que, orgulhosamente, cantam todos os dias os hinos de suas empresas. As empresas têm hinos. E as empresas têm bandeiras e bottons a serem usados na lapela. Aqui não, aqui os indolentes veem a empresa como exploradora, cantar hinos dá processo na Justiça contra a empresa. Aqui o que vale é a vadiagem. Bem paga, é claro.


COMPARTILHE NO SEU PERFIL
facebooktwitter
SIGA O PRATES NAS REDES SOCIAIS
facebooktwitteryoutubeinstagram

Mar 24

PASPALHOS (24/03/2015) COMENTÁRIO NO SBT MEIO DIA


COMPARTILHE NO SEU PERFIL
facebooktwitter
SIGA O PRATES NAS REDES SOCIAIS
facebooktwitteryoutubeinstagram

Mar 24

PAI E MÃE SIM

Basta que me aproxime de alguém, iniciados os ritos de simpatia, faço perguntas. Nada tem haver com ser jornalista ou ser psicólogo, as perguntas me surgem de uma curiosidade “natural”, ainda que eu saiba que nada na vida é natural. Tudo tem sua razão de ser, consciente ou inconsciente.

Minhas perguntas são muito mais dirigidas aos jovens que aos mais velhos. Talvez porque no fundo eu saiba, tanto quanto você, que o jovem está diante de uma linha reta na vida, os mais velhos já estão nas curvas…
Faço perguntas do tipo – Tens poupança? Estudas alguma língua estrangeira? Aonde queres chegar na vida profissional? E o pai, o que faz? E a mãe? Vivem juntos?

Perguntas leves e que, de acordo com as respostas, levam-me a meter o bedelho onde não fui chamado. Gosto disso. Dou conselhos, faço sugestões, essas coisas que já me disseram são típicas de tiozinho que não tem o que fazer… Tiozinho umas pitangas.

Quando pergunto pelos pais da garota, e as perguntas são quase somente para elas, ouço – mais das vezes – que são separados. Esse negócio me incomoda. Pessoas se casam sem se conhecer, casam-se apressadamente, são irresponsáveis, fazem filhos e caem fora. E quase que em 101% dos casos são os homens, os pais, que caem fora. E ficam as mulheres com os filhos.

Sem essa de que hoje é assim e que a separação dos pais tanto faz quanto tanto fez para os filhos. Quem diz isso é uma pessoa estúpida. Uma criança é um “bicho”, um bicho especial, um bicho que precisa das asas protetoras e quentes da mãe e das “garras” protetoras do pai, do homem que disciplina e ensina valores para a vida. Agora inventaram que não, que criança não precisa dessa bobagem de família constituída por pai e mãe, que tanto faz…

Uma ova, umas pitangas. Pai e mãe são nossos alicerces na vida. Em caso de falta por morte, sim, pode haver substitutos e muito bons até mesmo. Mas pai e mãe foram, são e vão continuar sendo indispensáveis. O resto é modernidade asquerosa.

Ah, e para um casamento dar certo tem que haver namoro demorado, noivado longo e só depois o casamento, com lua-de-mel. Mas hoje a lua-de-mel é antecipada na balada ou dentro do carro. Dá nisso que anda por aí… Amor surge com o tempo e amor elimina equívocos que provocam separações e filhos abandonados… Estamos conversados? Acho bom.

PROTESTOS
Para os fajutos que andam fazendo protestos da boca para fora, é bom que ensinem seus filhos a não serem corruptos, da mesma corrupção que dizem combater. E isso é fácil: digam aos filhos que não colem em sala de aula, que não furem a fila, que não fiquem com o troco errado recebido na cantina da escola, que devolvam a caneta achada no pátio do colégio, que não roubem chocolate no supermercado, essas coisas. E assim, combaterão a corrupção, só assim.

ELES
Os comunistas de sala de aula são incorrigíveis, não na minha faculdade. Nela, o “vermelho” está no olho da rua. Numa das nossas “universidades” catarinenses, da região metropolitana de Florianópolis, mal iniciado o ano letivo, no curso de Geografia, o “professor” mandou os alunos fazer dois trabalhos sobre Karl Marx, tem cabimento? O vadio pediu isso ao início das aulas. E ninguém lhe foi tirar satisfações pelo colarinho, ninguém…

FALTA DIZER
Guria, não fique a imaginar que o casamento te poderá salvar a vida… Só o estudo, a qualificação profissional, o dinheiro poupado e investido é que te vão dar independência e nariz empinado, felicidade, enfim.


COMPARTILHE NO SEU PERFIL
facebooktwitter
SIGA O PRATES NAS REDES SOCIAIS
facebooktwitteryoutubeinstagram

Mar 23

O DIA DE AMANHÃ

O amanhã é o dia favorito dos frouxos, dos patetas, não os quero chamar de vadios, não os quero. Mas não há dúvida, os tipos perdedores da vida suspiram pelo “amanhã”, claro que no fundo da alma eles sabem que não existe o amanhã, assim, não vão precisar fazer o que devem fazer, o que precisa ser feito. Ou será que alguém já viu chegar o amanhã, já viveu o amanhã? Hoje é o amanhã do ontem… Só existe o aqui e agora, os “sábios” sabem disso.
E muito me admira que as pessoas se digam tão inteligentes e não apliquem como filosofia de vida aquele brocardo de porta de botequim, mas que na verdade é a sabedoria dos tempos resumida numa frase de almanaque: – “Prevenir é melhor que remediar”.

Se os brasileiros fossem de fato cidadãos responsáveis, crentes nos resultados de um “destino” pessoal apenas como consequência de atos ponderados, inteligentes e permanentes no calendário do hoje, não precisariam andar “hoje” fazendo passeatas caricatas e inúteis contra o governo. Teriam “prevenido” tudo ao sair de casa para votar. Mas os idiotas saem da beira do rio, onde foram pescar, furiosos, têm que votar.

Dengosas ajeitam o fio-dental no meio das pernas e gemem ter que deixar o sol e a praia para ir a Seção Eleitoral, votam de qualquer jeito e depois se queixam da sorte, querem “remediar”, elas e elas que não se preveniram…

Vale para tudo, para o casamento desfeito que bem podia ter dado certo se as ações “certas” fossem tomadas e seguidas no hoje, nunca deixadas para o “amanhã”. E assim como o emprego perdido, a demissão teria sido evitada se o empregado tivesse sido prudente, não deixado as coisas crescerem ao ponto do desligamento da empresa. Ou, no caso dos velhos, gementes da pobreza. Tivessem economizado, feito poupança, pensando no “amanhã” mas agido no “hoje”, teriam tido o amanhã dos sonhos. Deixaram, foram deixando… Deu no Brasil de hoje, os patetas saem em micaretas, opa, quis dizer passeatas de protesto, e jogam pedras neles mesmos, porque se tivessem agido certo na hora certa, ah, teriam “hoje” outro país, outra vida social. Trouxas que não aplicam o – Prevenir é melhor que remediar. Agora, tomem! Se eu estou nessa? Em muitos aspectos, sim…

ENGANOS
Você conhece o ditado – “Me engana que eu gosto”. Essa frase foi tirada dos encontros sexuais nos bordeis, quando a mulher dizia ao “contratante” que tinha ido à estrelas e que estava apaixonada… Acabei de ler uma frase parecida, mas é pateticamente um modo de conformar-se a pessoa com algo de difícil aceitação. A frase diz assim: – “As rugas são condecorações adquiridas através do tempo. Valorize-as, orgulhe-se delas, pois foi difícil obtê-las”. E aí, você topa a proposta? Ah, entendo, você agradece pelas condecorações mas prefere ficar sem elas… Entendo.

PINTURAS
O livro de autoajuda estava sugerindo que todos somos “pintores”, que é só tentar. É pegar folha de papel, lápis ou pincel, tintas e mandar ver. Fui tentar. Menos mal que a porta estava fechada, me lembrei de um macaco que pintava quadros na novela das seis da Globo, eu pinto pior que o macaco. Desisti. Minha praia é outra. Mas se o livro deu um conselho, dou outro: tente alguma coisa no lazer, algo vai dar certo. Mas tente primeiro com a porta fechada…

FALTA DIZER
Conselho para grevistas ou passeadores de protestos na rua: Só saiam de casa se for com a cara amarrada, o punho fechado e sem selfies… O mais é carnaval, micaretas, perda de tempo com nome de protesto.


COMPARTILHE NO SEU PERFIL
facebooktwitter
SIGA O PRATES NAS REDES SOCIAIS
facebooktwitteryoutubeinstagram

Mar 21

ELAS, OUTRA VEZ

Você acha mesmo que está tudo dando certo, que o mundo está acelerando o passo para dias melhores? Eu fico cismado, achando que quem anui, concorda com essa pergunta, anda precisando de remédios psiquiátricos… Só um insano pode pensar que a cada dia melhoramos. Sim, do ponto de vista das ciências não há dúvida, andamos a passo estugado. Mas só nas ciências melhoramos, mas não me estou referindo às ciências mas sim ao que de fato determina felicidade, verdadeira evolução do ser humano em si mesmo e no convívio com os outros, que é a moral, os princípios éticos, o ser equilibrado, enfim.

Acabei de ler uma manchete, sintomática do momento por que passamos, uma bobagem, você vai dizer, e até pode ter razão, mas uma bobagem que reforça, revela o momento. A manchete diz assim: – “Série de exercícios caseiros ajuda a levantar e endurecer o bumbum”. Manchete para mulheres; os homens podem ter chulé, barriga, palitar os dentes na frente de todos, arrotar, andar de bermudas na rua, de chinelo no aeroporto, tudo, que elas acham lindo e dão um dedo para ter um tipo imundo desses ao lado.

Por que e para que endurecer o bumbum? Será que é para o bem da própria mulher ou é para exibir às outras e atrair mais os machos impotentes, os que só olham para o corpo das mulheres? É só por isso. Mas o curioso é que elas querem casar e que o casamento dê certo, dure para sempre. Afinal, não conheço mulher que queira casar-se só por uns tempos… Não conheço.
E será que uma mulher inteligente pode pensar que bumbum, traseiro enchido e preenchido com produtos químicos, tipo silicone, pode fazer um amor duradouro e feliz para sempre? Ora bolas, que perfeita idiota essa mulher.

O que dá longevidade às amizades e ao casamento são os princípios de ordem moral, a cabeça boa e rica, o caráter, enfim. Mas aí, você leitora, me vai perguntar, sim, Prates, mas quem é que casa com o caráter de alguém? Resposta simples: os/as inteligentes. Tenho pena das cabecinhas ocas, das que só se cuidam por fora, pobrezinhas; vão acabar tão sozinhas, tão sozinhas… Sim, porque o bermudão por essa hora já terá de há muito dado no pé…

ALÉM
O que é além? Pode ser tudo e pode ser nada… Como se explica que um sujeito sai da igreja e é assaltado e morto na próxima esquina? Como se explica que um grupo está indo para um culto religioso, sofre um acidente e todos morrem? O que explica isso? Como se explica se, afinal, estavam todos pensando no melhor, nas bem-aventuranças possíveis do aqui e do “além”? Por que pessoas que estão aparentemente numa boa intenção sofrem o que sofrem? Respostas, por favor, para a caixa postal das Respostas Vazias…

CONSELHO
Abri, em qualquer página, um pequeno livro de nome – Viva Feliz. Na página aberta, lá estava o conselho: – “Dê o melhor de si no seu emprego. É um dos melhores investimentos que você pode fazer”. Estou cansado de dizer isso nas minhas palestras, mas é entrar por um ouvido e sair pelo outro para a maioria. Querem bons salários, trabalhar pouco e xingar o empregador, a empresa e a vida. Merecem ser infelizes.

FALTA DIZER
Frase de um ex-padre, um vermelho: – “Para aqueles com estômago elitista, lugar de peão é na fábrica produzindo, alimentando a bomba do capitalismo”. O mesmo capitalismo que um dia te deixou ser padre, idiota. E quem é que obriga alguém a ser peão e não patrão? Comunista.


COMPARTILHE NO SEU PERFIL
facebooktwitter
SIGA O PRATES NAS REDES SOCIAIS
facebooktwitteryoutubeinstagram

Older posts «